BlogContextoSer educador: um desafio renovador, constante e inspirador

Ser educador: um desafio renovador, constante e inspirador

Por: Cláudio Falcão

Educar nunca foi tão desafiador. As tecnologias e a facilidade do acesso à informação por parte dos alunos estão transformando o nosso papel todos os dias. Nesse mar de desinformação e fake news, onde o extremismo muitas vezes se torna a regra de lei, a presença do educador e do professor nunca foram tão necessárias. Na verdade, fundamentais.

Se antes éramos nós os detentores exclusivos do saber, hoje somos mais mediadores e propulsores da reflexão e do debate em sala de aula. Porque na verdade, nunca fomos reprodutores de informação, mas facilitadores/estimuladores do pensamento crítico. E é dessa forma que temos que atuar.

Nossa missão é contribuir para que o aluno seja capaz de propor soluções e/ou indicar novos problemas e questionamentos. Vivemos num mundo complexo e dinâmico, onde precisamos refletir sobre a qualidade das informações e o bom uso das mesmas. Esse é um ensinamento que não podemos perder.

Educar é preparar os indivíduos para que eles saibam lidar com as diferenças de pensamento e que sempre busquem na razão, ancorada no saber científico, o norte para os seus posicionamentos.

Por isso, os professores e educadores devem sempre buscar novos métodos de ensino (aula invertida, contextualização), criar laços que os aproximem dos alunos e inovar em sala de aula.

Também é preciso contextualizar o conteúdo, dando a ele um significado palpável para o aluno. É necessário preparar esse indivíduo para os desafios do mercado e da vida. Mas antes de mais nada, é urgente prepara-los para lidar com a diversidade de forma respeitosa e que tenham no saber acadêmico a base para suas reflexões e decisões.