Blogsem categoriaA importância das atividades avaliativas

A importância das atividades avaliativas

As práticas pedagógicas em uma instituição envolvem processos como os ciclos avaliativos. Basicamente, trata-se de expor o conteúdo, realizar atividades de fixação e aplicar as atividades avaliativas. Tais atividades têm como intuito não apenas dar nota aos estudantes, mas mensurar o aprendizado dos jovens. E, a partir dessas atividades e provas, é possível estabelecer uma nova rota de aprendizagem, também conhecida como intervenção pedagógica. 

Que as atividades avaliativas são fundamentais para o processo de ensino-aprendizagem, não há dúvida. Mas você conhece os diferentes tipos de avaliação e o seu papel ao longo do ano letivo? Neste artigo você vai conferir a resposta para essa pergunta e muito mais. Confira! 

As atividades avaliativas e sua importância 

As atividades avaliativas no geral são importantes aliadas do processo educacional. Elas fornecem informações relevantes sobre o desenvolvimento dos alunos. Com elas é possível identificar o que realmente foi aprendido em sala de aula e o que precisa ser revisto. Além disso, as avaliações são ótimas aliadas nas intervenções pedagógicas. 

Em 2017, alunos da Universidade do Estado do Pará, por exemplo, realizaram um estudo com o intuito de aferir as habilidades e competências de alunos do 9º Ano em Matemática. O trabalho envolver coletar dados sobre os alunos do 9º ano do Ensino Fundamental, na disciplina de matemática. O objetivo era encontrar lacunas de aprendizagem para que em seguida fosse possível realizar uma intervenção mais efetiva.  

A conclusão da pesquisa publicada na “X Semana Acadêmica Uepa Moju foi a de o problema estava justamente na maneira com que as aulas eram explicadas. Durante os conteúdos de revisão os alunos não conseguiam compreender o conteúdo, já que lhes faltava base para o aprendizado. Com isso, foi possível desenvolver um plano de aulas com foco em conteúdos base, para em seguida avançar no processo de ensino.  

Assim, é possível perceber a importância da aplicação das atividades avaliativas para que se consiga resultados concretos no processo de ensino-aprendizagem. O papel do professor e do coordenador pedagógico é justamente identificar essas lacunas de aprendizagem. 

Os papeis na aplicação das atividades avaliativas 

Sabendo da importância das atividades avaliativas, precisamos pensar nos papéis que desempenhamos no dia a dia escolar e como isso afeta os resultados dos alunos. O modelo tradicional de aulas é aquele em que o professor é o detentor de todo o conhecimento e os alunos são meros figurantes do seu processo de aprendizagem. Diversos estudos comprovam os déficits desse método, e com isso é cada vez mais comum que as instituições de ensino diversifiquem suas práticas implementados metodologias ativas, por exemplo.  

“Na educação escolar, só se beneficia da avaliação quem se faz sujeito do processo. Sendo assim, torna-se fundamental rever o papel secundário normalmente atribuído aos estudantes, que costumam ser vistos como receptores passivos de informação e objetos da ação e da avaliação do professor. Os próprios professores também podem desempenhar um papel secundário, quando se tornam meros aplicadores de práticas de avaliação cristalizadas na cultura escolar e que não são tomadas como objeto de reflexão.” (Educação em Revista, V.3, 2014) 

Assim, percebemos como é fundamental incorporar práticas que tornem os alunos protagonistas de seu processo de ensino. Isso se estende às atividades avaliativas. Uma vez que essas ferramentas possuem um objetivo que vai muito além de classificar os discentes, é importante que eles possuam um papel ativo e inovador nesse processo. Recursos como as autoavaliações podem ser uma ótima maneira de incluir os alunos. 

Os tipos de atividades avaliativas  

Como você pôde ver, as atividades avaliativas são estratégias fundamentais do processo de ensino aprendizagem. Com elas é possível traçar rotas para alcançar os resultados esperados do ano letivo, aplicar as intervenções pedagógicas e definir as metodologias que mais funcionam com uma turma.  

Nesse sentido, as tradicionais provas individuais e sem consulta não são a única maneira de avaliar os estudantes. Existem diversas formas de verificar a aprendizagem dos estudantes e de atribuir-lhes notas. Por isso, preparamos um material completo sobre o assunto com 6 tipos de atividades para ajudar a sua escola nos processos avaliativos.